Caixilharia, Saneamento e Electricidade




CAIXILHARIA EXTERIOR E PORTAS EXTERIORES

As caixilharias e portas exteriores serão executadas em perfis de alumínio estruturados entre si e
preenchidas a vidro incolor com uma espessura de 4+4 mm.

SANEAMENTO E ABASTECIMENTO DE ÁGUAS
A rede de abastecimento de água será executada em polietileno reticulado (PEX) PN10 em manga de
plástico corrugado. Existirá uma caixa de distribuição de água fria e água quente proveniente de
termoacumulador elétrico.
A rede de saneamento será executada em policoretovinil (PVC) PN4, será aplicada em concavidades
formadas nas paredes dos sanitários e terão inclinação não inferior a 1% para a caixa de visita no
exterior.

ELECTRICIDADE E TELECOMUNICAÇÕES
Infra-estrutura de Conta do Cliente:
Para proteção do ramal de chegada prevê-se a instalação de um tubo PVC anelado de 63 mm, este tubo
deverá ser enterrado a uma profundidade mínima de 0,7 m do pavimento acabado, esta distância
deverá ser aumentada para 1 m nas travessias de vias acessíveis a veículos automóveis e numa extensão
de 0,5 m para cada lado dessas vias.
Infra-estrutura prevista nos painéis:
Foi prevista a potência nominal de 10,35 KVA 25A monofásico, O edifício será equipado com um quadro
de comando com proteção por disjuntor diferencial com 300mA de sensibilidade.
A alimentação deverá ser efetuada por meio de cabo H07V-U 3G 6mm em tubagem de PVC anelado 32
mm.
O quadro de comando elétrico será alojado no interior do edifício, junto ao acesso, provido de porta,
concebido para que os aparelhos nele instalado não tenham qualquer parte ativa acessível e que não haja possibilidade de propagação de qualquer arco elétrico resultante do seu normal funcionamento. O
quadro e tubagem deverão ter isolamento da classe II.
Todas as saídas do quadro deverão ser identificadas por etiquetas com designação explícita a qualquer
utilizador.
Todos os compartimentos serão providos de três tomada de usos gerais tipo schuko com pólo de terra e
um interruptor do tipo basculante para comanda da iluminação.
As tomadas localizadas na cozinha estarão instaladas a 1,10 m do pavimento exceto as que se destinam
a equipamento tipo máquina de lavar.
A rede de terras será constituída por anel formado por todos os elementos metálicos ligados entre si e
ligados simultaneamente a piquet com o comprimento não inferior a 2000 mm e diâmetro não inferior a
15 mm com um revestimento de 0,7 mm em cobre, enterrada verticalmente no solo. Se durante a
escavação se verificar que a resistividade do terreno é elevada a quantidade de elétrodos deverá ser
aumentada assim como a profundidade a que deverão ficar enterrados. Deverá existir uma caixa de
medição de terras com ligador amovível. O valor final da resistência de terra deverá ser no máximo igual
ou inferior a 100 ohm embora seja recomendável que esta se situe próximo do 20 ohm.
A proteção das pessoas contra contactos diretos é assegurada pelo isolamento dos condutores, pela
resistência mecânica dos mesmos, pela forma construtiva dos quadros elétricos, pela construção das
caixas de passagem, da aparelhagem, de manobra e de todos os equipamentos a instalar, os quais
deverão obedecer a critérios de boa qualidade.
A proteção contra contactos indiretos é assegurada pela ligação de todas as massas metálicas entre si e
à terra e o emprego de aparelhos de corte sensíveis à corrente diferencial residual.